“Só cria filho feliz uma mãe feliz”? Esse tema foi discutido no 3º Seminário da revista Pais&filhos, reforçando a importância do bem estar materno para a criação dos filhos.

Na semana passada, estivemos presentes no 3o Seminário Internacional da Pais&Filhos – Mãe também é gente, que aconteceu no Espaço Unibes Cultural em São Paulo. O tema central do evento foi “Só cria filho feliz uma mãe feliz”, e  ele permeou todas as palestras, discutindo a importância do bem estar da mãe para a criação adequada dos filhos.
 Foi a primeira vez que participamos de um evento desse tipo e adoramos! Foi 1 dia inteiro de palestras incríveis que trouxeram diversos insights bacanas para o dia-a-da com nossos filhos (e que hoje iremos dividir alguns deles com vocês). Sem contar a energia contagiante que é um evento ao vivo, ouvindo os palestrantes, suas experiências de vida e como pais, estar ao lado tantas mães (e alguns pais também!), muitas vezes com as mesmas dúvidas e angustias que as suas, também buscando aprender sobre esse mundo tão desafiador e apaixonante que é o de quem tem filhos…
Além disso tivemos a oportunidade de conversar pessoalmente  (e ainda tirar algumas fotinhos 😉) com a Patricia Marinho (do Tempo Junto), com a Helen Ramos do canal Hel Mother, no Youtube e com o Marcos Piangers ( Papai Pop). Experiências extremamente enriquecedoras que merecem posts especiais para contarmos tudo…
Foram quatro palestras principais, além de uma mesa redonda com várias mães blogueiras e colunistas da revista Pais&Filhos. As palestras trouxeram muitos ensinamentos e reflexões e a gente queria, inicialmente,  passar uma frase marcante de cada uma.
” A MATERNIDADE: um caminho de autoconhecimento” – Laura Gutman – Psicopedagoga especializada em temas sobre Família e Autora de Best Sellers como O Poder do Discurso Materno e A Maternidade e o Encontro com a Própria Sombra.
“Nenhuma mulher deveria criar um filho sozinha. É preciso uma tribo inteira para criar uma criança. Mas a melhor ajuda não é a que diz para a mãe o que ela deve fazer mas simplesmente a que pergunta: ‘o que você precisa de mim hoje?’ ou que apenas diga ‘coloque a mão no seu coração e tome sua decisão que eu te apoio’ ”
” A brincadeira é a chave para um dia feliz”Patricia Marinho e Patricia Camargo– socias do projeto Tempo Junto que visa criar tempo de qualidade entre pais e seus filhos forncendo ideias de brincadeiras para todas as idades.
“O brincar é realmente importante para a vida das pessoas, e faz a diferença para uma vida mais feliz. A brincadeira é uma ferramenta que vai ajudar você no seu dia a dia com seu filho e é a chave para o desenvolvimento da criança.”
” O mundo mudou bem na minha vez… Como ser feliz agora?” – Dado Schneider: É empresário e professor, com Mestrado e Doutorado em Comunicação. É escritor do livro O mundo mudou… bem na minha vez!.
“Não podemos ser com essa geração (Geração Z), os mesmos adultos que foram com a gente, senão iremos criar crianças desajustadas. Temos que ser adultos inéditos”.
” Pai presente, mãe com tempo” 
Marcos Piangers autor dos livros O Papai é Pop 1 e 2, na lista dos livros mais vendidos do Brasil, seu canal do YouTube tem mais de 30 milhões de visualizações, referência quando fala e pensa família nos dias de hoje e incentivo à paternidade com amor e presente.
Ana cardoso – mulher do Piangers e mãe da Anita e da Aurora, a jornalista Ana Cardoso fez sucesso com a obra A Mamãe é Rock. Mestre em Sociologia Política , atuante em pesquisas sociológicas e grupos feministas, tem muito a acrescentar na reflexão sobre o que é ser mãe nos dias de hoje.
“Se você combina que cabe ao marido lavar a louça a responsabilidade é dele, se ele não lavar e vc lavar volta tudo atras, para antes da combinação e isso se aplica a muitas coisas na criação. Enquanto as mães fizerem e pensarem que são detentoras de todo saber e atropelar o pai, não espere que o outro contribua de uma forma participativa.”
Não vemos a hora do seminário do ano que vem!
Share This

Gostou deste post?

Compartilhe!